Turvação

Autor do ótimo A calma dos dias (seleta de pequenas narrativas de atração imagética), o crítico e historiador da arte Rodrigo Naves retorna ao texto analítico em Dois artistas das sombras. O livro é composto por dois ensaios que abordam, cada qual, a vida e a obra do pintor grego El Greco e do gravurista brasileiro Oswaldo Goeldi.

A partir dessas bases estruturais, a proposta central é estabelecer um diálogo entre a arte de ambos, mesmo que distantes por quase três séculos. A conexão encontrada, portanto, por Naves é através de uma predileção de estilo pelo umbroso, pelo uso do preto ou de vultos na composição de suas telas densas e atmosféricas.

O primeiro texto, que diz respeito a El Grego, é o mais extenso e, dividido em capítulos, aborda a experiência ordinária e intelectual da vida do pintor; seu movimento artístico de se voltar contra a criação de um universo luminoso (típico da filosofia do Alto Renascimento), demonstrando uma indignação à realidade por meio da turvação, de “seus cruéis borrões a afetar vigor”; e uma materialidade espiritual que confrontava a representação maculada e superior do Deus cristão.

Menos caudaloso, o ensaio sobre Goeldi destaca a visão do artista brasileiro sobre a paisagem urbana, de animais carniceiros a trabalhadores rudes e figuras marginais, expressando, em seus traços, “as mazelas da vida”, uma “estranheza do mundo que não se converte em mistério ou encantamento”. Tais registros sociais são representados, nas telas, pelo uso do carvão, de modo a provocar um aspecto encardido nas gravuras, uma tensão de contrastes que leva “a luz a exercer uma pressão sobre a superfície negra, lutando para atravessá-la”. A luminosidade, em Goeldi, serve para alentar um jogo fantasmagórico, um mundo sempre tomado por uma noite insondável.

Apesar do pendor academicista, Naves consegue dar a seus textos fluidez que, na mais dilatada das hipóteses, podem lembrar uma boa aula. Neste caso, para os leitores não familiarizados com o universo das artes plásticas, a presença de imagens das obras tratadas auxilia, durante a leitura, de forma didática e tangível.

***

Livro: Dois artistas das sombras

Editora: Companhia das Letras

Avaliação: Bom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s